sábado, 4 de julho de 2009

Lembranças amargas

Após as duras críticas de Maradona sobre as péssimas condições do gramado do estádio Monumental de Nuñez antes do confronto entre Argentina e Colômbia pelas Eliminatórias da Copa, Júlio Grondona, presidente da Associação de Futebol Argentino, estuda a possibbilidade de mudar o local das próximas partidas em que a seleção local atuará como mandante. Já estaria adiantada a negociação entre Grondona e FIFA para habilitar o estádio Gigante de Arroyito, em Rosario, para jogos da seleção argentina em competições oficiais. A mudança tem a aprovação do próprio Maradona e dos jogadores, pois, para eles, a torcida em "El Monumental" tem sido fria nos jogos em casa. Para o jogo contra o Brasil, em setembro, a idéia é ter um apoio maior "de la gente" e aumentar a pressão no adversário.

O estádio Gigante de Arroyito, casa do Rosario Central, foi um dos palcos da Copa do Mundo de 1978, disputada na Argentina, e abrigou os duelos da seleção local na segunda fase do torneio. Entre eles, um empate com o Brasil por 0 x 0 e o suspeitíssimo 6 x 0 aplicado no Peru. Para chegar à final, a Argentina precisava ganhar da seleção peruana por quatro gols de diferença. Eram os tempos sangrentos da ditadura do general Videla, de manipulação da imprensa, de muitos mortos e desaparecidos. Para quem se interessar, recomendo aqui o excelente programa Observatório da Imprensa sobre os 30 anos da Copa de 1978 (demora um pouco para carregar mas vale a pena) que, entre outros assuntos, trata do ambiente político que cercava o torneio, da suspeita de manipulação de resultados, da visita do general Videla ao vestiário peruano antes do confronto com os argentinos e das suspeitas de doping e suborno levantadas pelo ex-atacante argentino Daniel Ortiz. Lembranças amargas de um período de violência e intolerância em quase todos os países latino-americanos.

2 comentários:

Andre de Paula Eduardo disse...

Mais uma vez a Holanda saiu prejudicada... aliás, fico estupefato com a omissão do melhor futebol do mundo neste espaço.
Uma dica aí: http://terratv.terra.com.br/Esportes/Futebol/Gol-Parade/4336-216814/Holandes-humilha-goleiro-com-golaco-reveja.htm (Nós, leitores do Apuntes, queremos mais Laranja Mecanica hehe)

Pedro Leonardo disse...

Cruyff teve a atitude mais nobre ao se recusar a disputar o mundial, mesmo sendo um grande desfalque para os holandeses.

Quanto ao video citado, realmente um belíssimo tento. Mas ainda acho que não se compara ao gol marcado por Ibrahimovic, esse sim, o mais bonito gol do Ajax de todos os tempos, talvez o mais bonito já marcado em terras holandesas.

Prometo escrever sobre o futebol holandês.