sábado, 18 de julho de 2009

O melhor do futebol (ou dos negócios) está na Espanha

Não, os espanhóis ainda não alcançaram o topo do mundo. Nada contra Iniesta, Xavi, Torres, Fabregas. Nada contra a seleção campeã da última Eurocopa. Aliás, finalmente a 'Fúria' abandonou o condição de eterna promessa e se consolidou nos últimos anos entre as grandes seleções da Europa, ainda que sempre paire aquela dúvida se o time conseguirá ir longe em uma Copa do Mundo. Mas, mesmo que o futebol espanhol esteja com tanta moral, os protagonistas do 'fútbol' nesta temporada serão todos estrangeiros.

O Real Madrid, surpreendentemente, aposta em... contratações milionárias. Haja vista o sacode que levou do Barça na temporada passada e estando há cinco temporadas sem saber o que é uma quartas-de-final da Champions League, a equipe merengue investiu pesado: contratou os 'melhores do mundo' Kaká e Cristiano Ronaldo na tentativa de recuperar o devido respeito no futebol europeu. Ao menos, não cometeu o erro do passado de contratar jogadores para a mesma posição. Kaká e Ronaldo chegam para formar um ótimo ataque com Robben e Van Nistelrooy. Entretanto, precisa tomar cuidado com a defesa e as más fases de Heinze, Pepe e Sergio Ramos.

Por outro lado, o Barcelona já tem um time acertado e não precisará fazer grandes alterações na equipe. Na defesa, sai Silvinho, chega Maxwell. Já no ataque, para formar o trio com Henry e o 'futuro melhor do mundo' Messi, o Barça não quis ficar para trás nas contratações. Já teria acertado com a Inter a negociação envolvendo a troca de Etoo e Hleb por Ibrahimovic, melhor atacante do futebol italiano há três temporadas. Etoo tem história no Barcelona, mas, com a vinda de Ibra, não haverá espaço para o camaronês no ataque.

Sem dúvidas, será o duelo europeu mais aguardado da temporada. As cifras envolvendo as transferências são absurdas. Que ao menos rendam em campo o esperado. Como uma bolsa de valores, algo em que o futebol europeu se tornou há tempos. Ainda assim, com bons valores.


*Citei no começo do texto sobre os estrangeiros na Espanha, mas achei desnecessário citar o 'brasileiro' Kaká, o 'português' Cristiano Ronaldo etc. Talvez só o 'bielorusso' Hleb merecesse alguma menção.

Um comentário:

Luiz disse...

A grana, a gana ou a cana ... uma delas há de me fazer feliz.